Páginas

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Bad server. No donuts for you...= /

Por Gabriela Gaspari


E aí tchurma? Como estão?

Consegui me organizar, e agora volto com os posts de quinta-feira...

Quem tá gostando dessa confusão é a Rafa, administradora do blog, acho que corro o risco de ser demitida... OMG! De novo nãoooo...=  /

Primeiro, queria elogiar meus colegas sobre as postagens, que têm saído melhor que a encomenda. Gosto dessa mistura de comédia com tragédia.

Mas agora chega de enrolação, vamos ao que interessa. 

Essa semana quero dividir com vocês minha impressões sobre a prova de 3ª feira – 15/10.

ERROS X ACERTOS

1)      Se existe uma coisa que me incomoda MUITO no Aprendiz, (ou melhor, nos participantes) é a cômoda mania de colocar a culpa no líder. Gosto muito da postura da Mariana, considero ela uma excelente profissional, mas em um dado momento dessa tarefa, ela diz que “algo na estratégia não está bom”. Gravar um depoimento dizendo isso é a forma mais fácil de justificar na sala de reunião, no caso de derrota, que ela “alertou” o grupo. Eu fico muito decepcionada com profissionais que apresentam problemas, e não pensam em soluções. Sob o meu ponto de vista, identificar um problema está diretamente relacionado a pensar em uma saída. Se eu fosse o Roberto, não admitiria esse tipo de comportamento dentro do Aprendiz. 








2)      A visita da mãe da Mel também foi uma trapalhada. Ainda a expuseram, coitada. Achei bem desnecessário colocar a imagem dela visitando a filha. Porque não alertaram a Mel no momento em que a mãe chegou? Só para criar uma confusão e depois vetar a Mel de ir ao cinema? Uau...realmente perder essa recompensa deve ter sido frustrante.


3)      Os relatórios financeiros do Braga e do Lucas: Uma planilha de dinheiro que entra e dinheiro que sai, e duas pessoas responsáveis por isso. Pelo menos, o Lucas teve a hombridade de assumir o erro, e se expor negociando um valor menor com cada modelo. Acho justo.




4)      Para mim, o sorteio foi uma ótima decisão. Isso atrai publico, cria expectativa. Não checar as regras de um sorteio foi um erro, mas a decisão rápida de abortá-lo em meio àquela confusão toda, também foi assertiva.
5)      A idéia do CD com set de musica foi muito bacana. Até porque eu sou fã do DJ Gasparian. Acho útil e divertido. Para quem gosta de correr, é um ótimo presente.  


6)      Uma das pessoas que mais tem me deixado admirada nesse Aprendiz é o Gui Séder. Eu fico encantada com a postura profissional dele. Ele demonstra muita maturidade, senioridade e uma calma ímpar na execução das tarefas, e tomada de decisão. Posiciona-se muito bem em relação às suas convicções e passa segurança para o grupo. Para mim, ele é (neste momento) um dos candidatos mais fortes para levar o prêmio.





7)      Sobre a demissão do Gasparian: acho que mais uma vez caímos na lendária culpa do líder. Dentro do grupo existiam outras pessoas que simplesmente passaram por essa tarefa e passarão por outras, sem nenhuma contribuição. Mas sendo cruel: é uma questão de tempo até que assumam a liderança e tomem um taxi para casa. No Aprendiz você se esconde até a 2ª, 3ª, 4ª página, porque uma hora ou outra você vai ter que aparecer.


8)      Eu sempre admirei o Roberto pela postura firme na sala de reunião. Em tempos passados, jamais assistiríamos a essa “Tomatina” que vem acontecendo. As pessoas gritam, tem crise de riso, não respeitam a vez do outro de falar, avaliam seus perfis pessoais, não admitem seus erros. Eu particularmente sempre associei o Aprendiz, dadas algumas exceções, a um ambiente profissional semelhante à de uma empresa. Mas você jamais vai assistir a uma reunião de conselho com o presidente, com uma doida varrida rindo. Ou vai?




Bom, é isso! Curtam, comentem, critiquem, compartilhem!
Hoje tem mais...
Quem será que vai ser demitido?
Para quem vocês estão torcendo?

Até quinta que vem! Beijinhos, Gaby




7 comentários:

Douglas Sulzbach disse...

Esse aprendiz atual está análogo à edição passada (season 8 com Dória Junior)onde os candidatos trocam farpas, se apontam o dedo (como nosso amigo Gui Séder que já mostrou que não reconhece seus erros) e não assumem suas falhas escondendo-se atrás dos outros, é uma pena mesmo, mas eu acho que isso é pura apelação para erguer a audiência, nas edições anteriores não era assim. E convenhamos, também não chamaram os "gênios do aprendiz", muita gente bacana ficou de fora, e olhando por cima, só tem-se os candidatos mais explosivos, impulsivos e que não sabem administrar os talentos da equipe (salvo o caso de alguns). Eu assisti hoje um episódio do aprendiz da Espanha, o EL APRENDIZ ESPAÑA e em nada se parece com o do Brasil, a equipe que perde não faz um fiasco se quer, todos reconhecem seus erros e se preparam de forma madura para a sala de reuniões. Foi só no final que a líder da equipe discutiu em tom moderado com uma participante que foi omissa (e que depois foi demitida), ou seja, eles são participantes maduros e focados,e que trabalham em equipe sem levar em conta os possíveis empecilhos pessoais de cada um. O aprendiz da Record está deixando a desejar neste quesito, como pode um empresário consagrado como o Justus permitir que uma participante se encontre com a mãe no meio de uma tarefa? E como pode permitir que haja um suposto complô (caso da Daniely, demissão injusta, naquele dia deveria ter saído a Melina)? e a resposta é MELINA! Vamos aguardar agora as próximas emoções, eu estou torcendo para o Lucas, mas não sei se ele leva o prêmio. Eu apostaria uma final entre Renata, Evandro, Karine Bidart e o Solano...

Danton disse...

Eu concordo com o Douglas e com você quando falam que o Aprendiz peca e muito nesse quesito e espero que isso mude logo. O grande problema que eu vejo nessa edição e que explica muita coisa é que muitos candidatos deixaram os seus empregos e negócios em troca de uma oportunidade de ganhar um milhão, o que sinceramente fez com que o raciocínio junto com o gênio de alguns .....

Nas outras edições, os participantes participavam pela primeira vez e a pressão era menor deles com relação ao prêmio e além disso, as recompensas e o quarto que eles tinham para eles ajudava e muito ao total controle emocional.
Com relação aos participantes que ficaram de fora, eu sei que alguns recusaram o convite por diversos fatores (entre eles, a exposição negativa que poderiam ter)e o pessoal que participa não é exatamente aquele que iria participar originalmente.

Por fim, eu acho que o fato de dormir junto com outras pessoas é um fator que atrapalha muito(no programa e não na vida real), mas É CLARO que isso não justifica de forma alguma as "cenas" que alguns fazem( que eu não gosto).Eu acredito que a final(palpite) será com Evandro, Jota Junior ,Karine e Renata Tolentino, mas vamos ver os próximos capítulos.



Danton disse...

Eu gosto muito do Aprendiz, mas sinceramente, eu acho desnecessário e apelativo certas coisas. Eu acho que a edição poderia e deveria cortar certas cenas porque o público que assiste o programa não gostaria e não gosta de ver baixaria. Como o Douglas falou, o Aprendiz nunca teve isso e sempre primou por ser um bom programa e espero que seja assim.

O que eu gostei foi a postura tranquila que a Maura e o Gasparian tiveram na saída e também entendo a raiva da Dani Zanotti, que sacrificou muitas coisas pelo Aprendiz.

Anônimo disse...

Doida varrida? Exagerou no comentário ein, digamos que você também não foi muito respeitosa aí...

Danton disse...

Olá, Coelhocratas,

Vocês já viram no R7 a próxima tarefa? Eles vão ter que divulgar a novela "Pecado Mortal" com ações de mkt(eu acho).

Eu não tenho comentários sobre o que eu acho porque não olhei a tarefa, mas acho que a Mayte deveria falar com o diretor da tal novela e garantir um emprego após o final do Aprendiz porque do jeito que ela gosta de fazer cena....rs

loreta disse...

Concordo com quase tudo que foi dito. Guilherme está dando um show de seriedade, honestidade, caráter e ombridade.

Danton disse...

Olha que o Ronaldo fala no R7 E EU CONCORDO 100% com ele:

Ronaldo ainda mostrou-se contrariado com a “brandura” na hora de punir Melina pela violação das regras. “Eu achei que o Roberto proibir a Mel de ir ao cinema foi um pouco leve demais, sabe? Eu achei, de verdade! Foi uma coisa que me deixou incomodado. Pô, a pessoa falar com a família é proibido, é fora das regas. Quebrou regra! E ele a deixou lá! O Roberto ficou muito bravo, mas achei que ele foi brando de proibi-la simplesmente de ir ao cinema. Quem quer ir ao cinema? Na boa! Eu não quero ir ao cinema, eu quero encontrar minha família. Se eu puder trocar, eu troco sem pensar, imediatamente. Então, não achei que a troca prejudicou. E ela ainda pôde ficar no quarto sozinha, descansando, que era tudo o que eu mais sonhava na vida. As três horas que eles ficaram no cinema, ela ficou no quarto sozinha, podendo descansar. Era só o que eu queria: três horas de silêncio”