Páginas

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Não é a primeira vez que a Produção apronta uma palhaçada destas. E nem será a última. VTNC!

Por A Demetida

Oi oi oi oi oi a todos. Na semana passada eu havia avisado que iria xingar muito no Twitter. Pois bem, chegou a hora.



O episódio em que o Evandro foi demitido não é a primeira vez (e infelizmente não será a última) em que a Produção interfere diretamente no resultado de uma tarefa. Ou vocês acham que nós, participantes, recebemos o dossiê e daí em diante corre tudo por nossa conta e o resultado é diretamente e meramente proporcional a nosso esforço? 

Acordem para a vida, crianças!

O Aprendiz, como qualquer outro programa de televisão, é ... um programa de televisão. Só isso e mais nada. Portanto, rola muita coisa por trás dos panos que os espectadores não ficam sabendo.

Não, não estou falando da péssima edição desta temporada.

Sim, estou falando de tretas, armações, jogadinhas e jogatinas. Muita coisa que é esperada que seja feita já é preparada de uma forma tal qual os participantes não consigam fazê-la. Eu mesma passei por isso. Posso confirmar que houve casos em que visivelmente os recursos "disponíveis" para mim e minha equipe estavam preparados e agiram para sabotar nossa ação, induzir nossa equipe ao erro e até mesmo nos deixar confusos. Sei que a Gaby e a Sussu teriam muita coisa para contar aqui, mas não precisam se expor. Deixem que eu boto a boca no trombone.



O agravante neste caso da demissão do Evandro ocorre por vários motivos:

  • Uma situação é plantada para induzir um participante a cometer uma infração grave. Afinal de contas, para que eles plantaram aquele "di menor" na ação? OBVIAMENTE plantaram para poderem usar fartamente material na sala de reunião.
    • Pensem comigo só um pouquinho: caso alguém vacilasse (como o Evandro vacilou), o que vocês acham que o Roberto Justus falaria? Vocês acham que o resultado seria diferente? É claro que não! Portanto, plantaram já na expectativa de alguém cair na pegadinha do Mallandro e com isso, dar a oportunidade do fato ser explorado na sala de reunião para aumentar audiência e criar todo um bafafá. LAMENTÁVEL!
    • Não me venham com esta estória de que fizeram a pegadinha para testar a idoneidade das pessoas. Não é assim que você avalia profissionais. Se você acha que o que a Record fez foi legal (no termo jurídico), você deveria ser proibido de votar! Aliás, eu nem gostaria de dividir a mesma rua ou estrada com um veículo sendo guiado por ti.

  • Dois pesos e duas medidas. Se é para plantar uma situação vexaminosa como esta para "testar participantes", então que pelo menos faça-se o mesmo para ambas equipes. A indução ao erro tentada na equipe Flecha foi infinitamente mais grave do que a indução ao erro tentada na equipe Sinergia. Isso por si só já invalida o resultado da tarefa. As equipes NÃO foram submetidas a condições iguais e portanto, houve vantagem para uma em detrimento a outra. Isso pode, Arnaldo?

  • Em que mundo você cria uma situação ilegal como um "di menor" tentando fazer algo que não poderia fazer e incrimina a pessoa sendo alvo da ação pelo suposto "crime"? Vamos deixar de ser hipócritas. Se há alguém culpado, é o "di menor" tentando infringir a lei. Além disso, este tipo de operação é ilegal e passível de ação judicial. Adoraria passar ao Evandro excelentes contatos de assistência jurídica.




Coerência que é bom mesmo, o Roberto Justus esqueceu em casa antes de sair para gravar

Aliás, quem foi que disse que existe alguma coerência no julgamento das tarefas e nas eliminações? Querem exemplos?

Em qual edição de O Aprendiz um participante alegadamente "cometeu uma infração", sendo que o líder da tarefa sabia do acontecido e por conta disso, o participante foi demitido e o líder foi poupado?

Aprendiz o Retorno. Onde é que já se viu um líder de equipe ser conivente com um alegado "crime" e ser mantido em qualquer organização séria? Se esta armação toda já não fosse o bastante para acabar de vez com a mínima credibilidade da marca O Aprendiz no Brasil, então a não demissão do Solano deveria ser a gota final. Que desculpa mais esfarrapada. Eu fico me perguntando até que ponto o diretor geral desta porcaria de programa discutiu isso com o Roberto Justus e se a manutenção do Solano foi uma diretiva de consenso. Ou isso ou o Roberto Justus é muito estúpido.


Em qual edição de O Aprendiz um participante alegadamente "cometeu uma infração", sendo que o líder da tarefa sabia do acontecido e por conta disso, o participante foi poupado e o líder foi demitido?

Aprendiz 3. Reparem na incoerência e no absurdo. Quem aí não se lembra do fatídico episódio das compras, em que a equipe Alliance na verdade venceu (comprou todos os items ao todo por um valor mais baixo do que equipe Águia), mas acabou sendo "derrotada" pela Produção, tendo sido a "derrota" a versão oficial que foi ao ar? Naquele episódio, Peter Collins deu a sugestão de comprar 3 itens no hotel Hilton ao líder Anníbal, que acatou a sugestão. Segundo Justus e seus conselheiros, usar o fato de serem aprendizes hospedados no Hilton foi "esperteza" e tentativa de "tirar vantagem" no melhor estilo Gérson. Detalhe: na temporada atual, os participantes fazem questão de usar a condição de aprendizes para levar vantagem! É mole?


Em qual edição de O Aprendiz um participante alegadamente "cometeu uma infração", sendo que o líder da tarefa sabia do acontecido e por conta disso, o participante foi demitido e o líder foi demitido?

Aprendiz 4. Finalmente uma decisão acertada. Em um ato inaceitável na tarefa de marketing de impacto do Claro Família, Eduardo reservou "cenzinho" para molhar a mão de um fiscal da prefeitura, caso este aparecesse, sendo que a equipe Ello não tinha autorização para atuar na rua. Sem falar que o Eduardo sugeriu fazer a ação "na raça" pois todo mundo estaria "preocupado com o Papa", idéia ilícita com o a qual o líder Edison concordou plenamente. Aff. Isso sim foi lastimável e não induzido pela Produção (apesar da extrema dificuldade das equipes em obter autorização para uma ação daquele porte). Correta a decisão do árbitro neste caso. Ufa, acertou uma, hein Robertão?


Em qual edição de O Aprendiz um participante alegadamente "cometeu uma infração", sendo que o líder da tarefa sabia do acontecido e por conta disso, o participante foi poupado e o líder foi poupado?

Aprendiz 2. Pois é pessoal. Vender produtos na rua sem autorização não pode (não é, Eduardo)? Pois bem, logo no começo da temporada, tivemos a venda de papel higiênico, papel toalha e guardanapos na rua por parte de integrantes da equipe Mandala. Para burlar a fiscalização, as participantes "esconderam" produtos em sacolinhas plásticas e levaram os produtos de pouco em pouco para serem vendidos na rua. Sabem o que aconteceu com a líder Gisele? Nada! A demitida foi a Danielle, por ser uma mosca morta - nada relacionado à irregularidade cometida pelas participantes da equipe. E aí Roberto, amarelou?

Uma nota sobre a demissão da Karine

Já falei aqui portanto não irei me estender. A Karine pediu prá sair e mereceu ser demitida. Em primeiro lugar, ficou muito arrogante e começou a menosprezar os adversários, coisa que não se faz de forma alguma em uma competição como esta. 

Mas o principal é o seguinte: eu sei e entendo muito bem o quanto uma participante como a Karine vai ficando cansada de ver tanta cagada e injustiça sendo cometidas pela Produção e pelo Justus. O tesão de participar acaba e você literalmente apaga na sala de reunião. O subconsciente acaba fazendo você pedir para sair, por exemplo, respondendo de forma errada a perguntas triviais, tipo "por que você merece continuar no programa?" ou "por que eu não devo te demitir?" 

Gostaria de lembrar a todos que a Karine passou por este tipo de questionamento na terceira temporada e se saiu super bem. Vejam que é a mesma pessoa se comportando de maneira diferente entre uma temporada e outra. Não acredito na versão que a Karine deu, ou seja, que tenha mudado após as profundas transformações pelas quais sua vida passou pós Aprendiz 3. A temporada 3 foi repleta de injustiças, mas nada se compara à temporada atual. Se eu tivesse retornado para esta temporada, teria certamente reagido da mesma forma que a Karine reagiu e muito possivelmente teria sido eliminada desta vez muito mais cedo do que fui na minha primeira participação. O fato é: a Karine jogou a toalha, pois já não valia mais a pena continuar fazendo parte deste circo!

Essa semana, o que vem pela frente (sem spoilers)

Francamente, perdi a vontade de comentar este reality. Nem vou falar mais nada. Só adianto que serão duas porcarias. Acho que vou assistir o futebol, pois o Mengão me dá muito mais alegria. 




E você, Danton, o que achou deste comentário? Aliás, o que vocês acharam? Comentem aí embaixo.



9 comentários:

DeMetida Aprendiz disse...

Cadê o Danton?

Danton disse...

Olá, A Demetida,
Então, eu olhei mais uma vez alguns episódios do Aprendiz e só digo uma coisa logo de cara: O programa precisa rever urgentemente seus conceitos porque é muita coisa absurda ao mesmo tempo.

Vamos começar pela prova do quiz. Você gostou dessa "gincana" no parque? Você viu alguma utilidade nela? Eu achei péssimo e coloco 3 pontos para a falta de sentido dela (e de outras também):

1-O programa é gincana no estilo Passa ou Repassa (só falta a torta na cara e aquelas melecas porque eles já sujam os participantes de uma forma ou de outra nessa atração) ou um formato que deveria ter atenção e FOCO TOTAL ao empreendedorismo e as vendas (sem deixar de ver o importante lado humano)?

2- Será que RJ e conselheiros aguentariam o dia todo no parque com um calor forte na cabeça para responder algumas perguntas em inglês (que não foi exigido para a entrada no programa, afinal, Renata Tolentino, Solano e outros não falam bem ou não sabem o idioma) e depois criar(sim!) um slogan em uma hora? O pior é que o programa ainda coloca os participantes como incapazes ao tecer uma comparação bem idiota com dois estagiários que fizeram algo sem pressão e na maior tranquilidade.

3- O Justus fala muito em vantagem competitiva e a equipe vencedora (por sinal, uma ótima equipe) teve uma certa dose disso porque a Karine já foi ao parque várias vezes (e sabe de cor e salteado o que ele tem) e sabe falar inglês (algo que outros não sabem). Alguém acredita que isso não foi planejado pela produção para tentar(induzir) ferrar determinada equipe (não é uma acusação, mas sim, algo que tem a ver com a realidade) e provar que ela é ruim e ponto acabou?


Danton disse...

Continuação:

Sobre a Karine, ela é competente e inteligente, mas sinceramente, eu não gosto dessa postura arrogante e acho que e isso não é legal. De qualquer forma, eu entendo e muito o cansaço dela e se eu tivesse lá, eu também(possivelmente) ficaria por algumas razões:

1-Histórico no lixo e vencedores sem muita razão de ser.
Constatar que aquele papo de histórico e comparação com o passado não saiu do papel e que tudo não passa de uma mera gincana com vencedores sem muita lógica (afinal, a Maytê tem grandes chances de chegar aos quatro melhores com um comportamento bem arrogante no começo do programa e com pífias duas vitórias).

2-Recompensas mais pífias ainda.
Eu falei com algumas pessoas e elas gostaram dessa atitude, mas eu não. Particularmente, eu acho que eles poderiam colocar recompensas somente no Brasil, mas de boa qualidade e não esse montão de insignificâncias. Alguém acredita que a Melina ficou realmente chateada com a perda do cinema? Ou que eles gostaram de assistir shows que eles poderiam ver lá fora com amigos ou pessoas próximas?
Fora alguns casos, o programa não recompensou de forma justa a equipe vencedora. Ou ver filme no cinema é uma recompensa tão gratificante assim? Eu gosto muito de cinema, mas num programa....
3-Demissões injustas:
É duro constatar que o RJ não usou critérios decentes em muitas eliminações e que em qualquer momento, ela poderia entrar nessa roda também. Vale a pensa se queimar por tão pouco?
4-Dividir quarto com quatro pessoas.
Eu queria sabem que foi o autor dessa "maravilhosa" ideia, afinal, o cara deveria sentir na pele tamanha falta de bom senso com os participantes. O Gasparian já deu um depoimento bem claro sobre essa palhaçada e o quanto isso afetou a vida de todos por lá.
5- Ver coisas absurdas e ser obrigada a ficar quieta.
Esse tópico você e outros colunistas já falaram muito bem e é desnecessário comentar mais uma vez.
6-Ser "queimada" em rede nacional.

É normal que um programa tente colocar algumas situações para chamar a atenção do povo, mas nos últimos aprendizes, eles passaram dos limites. Quantas vezes um participante já foi literalmente queimado pelo programa e ele efetivamente não tinha culpa nenhuma? Muitas vezes. Nessa edição, uma pessoa com um olhar um pouco mais atento observa que isso é frequente em diversos episódios e de uma forma constrangedora.

Enfim, esses e outros motivos fizeram com que ela jogasse a toalha e decidisse buscar novos caminhos. Fora isso, quais outras razões você citaria?

Danton disse...

A sua coluna está muito boa e deveria servir de espelho para que eles reflitam (Record, Justus e cia) as palhaçadas que colocam toda semana no programa. Eu quero que "O Aprendiz" continue por muitos anos, mas não desse jeito.

O episódio da última quarta é revoltante em vários aspectos e penso que o Evandro deveria pedir indenização pelos prejuízos que essa "babaquice" causou a sua imagem (e a do Solano também). Eu fico muito chateado quando alguém (ou muitos) tenta "queimar" o participante ou fazer o povo de bobo.

Antes de mais nada, eu quero deixar claro que sou favorável sempre aos princípios morais e éticos que são tão necessários a nossa sociedade, mas eu desejo que se fizesse isso de outras vias e não por essa. É possível achar que colocar alguém "de menor" com 17 anos é uma forma de testar participantes com enorme pressão e cansaço (afinal, o programa obriga que todos trabalhem com o pífio intervalo de cinco horas em alguns casos)?

Com 17 anos e pouquinho, muitos menores matam, roubam e outras coisas mais e o programa o coloca como o “coitadinho” (afinal, o maior culpado é o próprio “menor”). Caso fosse para mostrar algo, o teste deveria ser feito de forma igual para as DUAS EQUIPES e eu penso que uma bronca seria suficiente, mas do jeito que foi, o episódio foi uma "PALHAÇADA".

O pior é ver alguém como o Evandro sendo demitido e algumas pessoas ficando no programa sem que nada fosse feito (a Mel foi punida pelo “ATO GRAVE” cometido? Não vale dizer que ela perdeu o cinema. Ela é uma das poucas que já saíram com vários prêmios no programa.) O duro é perceber que o Evandro mudou e muito desde “O Aprendiz 2” e o programa só tirou sarro dele o tempo todo ou lhe deu várias cassetadas.

Por fim, “O Aprendiz” é mestre em incoerências e isso é de longa data. Na última edição, Dória e cia (entre elas, Carla Pernambuco) nos cansaram com várias demissões absurdas em muitos casos e falta de punição com alguns participantes (que cometeram vários erros éticos e fizeram algumas coisas absurdas).

Em outras edições, isso ocorreu bastante e os exemplos mostrados na coluna já são uma amostra do que o programa já fez e vai fazer com os participantes (que deveriam ser valorizados e incentivados a um comportamento digno sempre em qualquer lugar, afinal, uma coisa é disputar o prêmio e outra é ser desrespeitoso e mentiroso com os outros). Eu espero que isso mude e que você continue para as próximas edições (seja com anônimos ou “celebridades”, mas eu desejo que o foco seja sempre desconhecidos).

Danton disse...

Eu acho que hoje teremos mais um grande absurdo no Aprendiz. Essa história de todo mundo na sala de reunião não me cheira nada bem.

É apenas minha opinião, mas acredito que isso vai servir de pretexto para demitir alguém com alguma justificativa idiota. Eu espero que eu esteja errado, mas....

DeMetida Aprendiz disse...

Nossa Danton, que comentário(s) excelentes. Concordo contigo 110%. Gostaria muito de ver os espectadores do programa terem uma percepção tão apurada quanto você.

Gostaria também de ver mais gente comentando neste blog. A qualidade está boa (e qualidade sempre tem que vir antes de quantidade), mas tem muita gente por aí que poderia contribuir um pouco mais.

Enfim, espero que você se revele algum dia. Seria muito bacana saber quem você é na vida real.

Anônimo disse...

Adorei o post !!!

Eu abandonei o programa há algumas semanas... fiquei decepcionada com essa edição, que esperei tanto que acontecesse... depois de ver a não eliminação da Melina, que burlou claramente uma regra do programa, a não repreensão da Maytê pelas atitudes grosseiras e de falta de respeito com os colegas, de ver eliminações injustas, larguei de mão...

Não parecia que estava vendo o mesmo programa que acompanhei anos atrás... um reality que se diferenciava dos demais por manter o alto nível e onde podíamos aprender...

Resolveram dar ênfase aos barracos, talvez tentando aumentar a audiência... sei lá... se eu quisesse ver barraco, assistiria A Fazenda hehehe

Acho que por ser tão fã do programa, não consegui me desligar completamente... continuo acompanhando os posts do blog, que adoro, lendo os ótimos comentários do Danton e torcendo, dentre os candidatos que ainda estão na competição, para a Renata seja a campeã, já que a minha candidata favorita, Karine, foi eliminada.

Danton disse...

Olá,Anônimo,

Eu também estou nesse time. Eu assisto o programa e tudo mais, mas confesso que a atual edição do Aprendiz foca mais em baixaria do que na qualidade.Para deixar claro, eu odeio barraco e queria ver uma edição de qualidade.

Particularmente, o programa tem tanto absurdo que fica complicado falar qual é o pior.O Evandro é massacrado numa sala de reunião numa prova com um suposto ator, mas a Maytê e a Melina estão entre as quatro melhores(Sim!) e já jogaram o respeito e a ética no lixo faz tempo.

Uma frase no Justus nessa edição resume o que deve ser feito com boa parte do que foi passado até agora: Corta, joga no lixo.Eu completo: Corta, joga no lixo e muda para melhor.

Por fim, o programa Roberto Justus + também não ajuda muito. Eles focam pouco no Aprendiz e perdem tempo com conversas nem sempre interessantes e é muito tarde(Record, um recado: O povo trabalha e quem não trabalha, eu acho que vai dormir ou ver outra coisa caso não seja um apaixonado pelo programa). Que tal começar mais cedo, com boa divulgação e edição decente?

DeMetida Aprendiz disse...

Concordo em gênero, número e grau com o anônimo e o Danton. Irei comentar mais a respeito disso em meu próximo post, na segunda-feira. Aguardem!